Você tem o tema, o número de linhas, uma caneta e o papel. Mas está faltando o principal: uma ideia para começar seu texto.  Essa é uma dificuldade para muitos e talvez também seja a sua. Travam a escrita sem nem ter começado, e isso pode ser angustiante.

A introdução é muito importante porque é ela que vai justificar o tema e lançar a base para você desenvolver o resto do seu texto.

Mas não se desespere! Acompanhe conosco 5 dicas muito simples para dar o pontapé inicial da sua produção!

Reflita sobre tema

Talvez você pense “Eu não sei nada sobre esse assunto! ”. Calma, se você não tem muito conhecimento sobre o tema, você pode expor uma opinião sobre ele. Então, leia o tema e pergunte-se:

  • O que é isso?
  • Qual a minha opinião sobre o assunto?
  • É um problema que pode ser resolvido de alguma maneira?
  • Como acho que pode ser resolvido?

Veja o seguinte exemplo de tema:

Obesidade infantil – um dilema do século XXI

Você leu o tema, então pergunte-se:

  • O que é obesidade infantil? Crianças que estão acima do peso.
  • Qual a minha opinião? Acho que as crianças têm comido muitos alimentos industrializados, que estão cheios de gordura e açúcar. Isso prejudica a saúde delas.
  • Pode ser resolvido de que maneira? Os pais devem prestar atenção ao tipo de alimentação que dão aos seus filhos e precisam educá-los.

Pronto! Você já tem a base para todo o seu texto. Na introdução você explica ou define o tema. Nesse caso, o que é obesidade infantil. Então a introdução poderia ficar assim:

“Tem-se tornado cada vez mais comum ver crianças acima do peso ideal. Infelizmente, a obesidade infantil pode trazer diversos prejuízos à saúde das crianças. “

Use perguntas para começar seu texto

Para complementar sua introdução e dar uma direção bem clara para o seu texto, você pode fazer perguntas que serão respondidas no decorrer do seu texto. Daí então, em cada parágrafo é possível responder uma pergunta diferente. Vamos dar continuidade à introdução anterior e ver como fica.

“Tem se tornado cada vez mais comum ver crianças acima do peso ideal. Infelizmente, a obesidade infantil pode trazer diversos prejuízos à saúde das crianças. Mas, por que nossas crianças estão desenvolvendo esse tipo de problema? Quais serão as consequências disso? O que fazer para ajudá-las?

Os três parágrafos seguintes serão usados para responder cada uma dessas perguntas.

Conte uma história real ou fictícia

Contar uma história adequada ao tema é um recurso conhecido como storytelling. É uma boa maneira de começar um texto porque envolve o leitor no texto e já exemplifica o conflito levantado pelo tema. Vamos continuar com o assunto da obesidade infantil. Veja uma história que poderíamos criar para o tema.

“Eduardo tinha dois anos de idade, cheio de energia, e fome. No começo era engraçadinho para os pais e amigo, mas a situação foi ficando preocupante. Seu peso foi aumentando até que seus pais o levaram ao médico. O pediatra foi direto. Eduardo estava acima do peso e precisava controlar a alimentação. “

Lembre que não se trata de um texto narrativo, então não precisa continuar delongando sua história. É apenas uma situação ilustrativa que vai ajudar você em seus argumentos.

Informe dados estatísticos ou outras pesquisas científicas

Talvez você tenha uma informação mais técnica sobre o assunto, ou pode pesquisá-la. Então, pode começar revelando isso em sua introdução. Com certeza vai agregar valor ao seu texto. Veja um exemplo.

“Dados do IBGE indicam números alarmantes sobre as crianças brasileiras. Segundo a pesquisa, 16,6% dos meninos estão obesos e, entre as meninas, 11,8%. Na década de 70, a taxa ficava entre 2,9% e 1,8%, respectivamente, para meninos e meninas. “

Cite um provérbio ou dito popular

Os provérbios e ditos populares são passados de geração em geração para exemplificar situações da vida, alguns acontecimentos e fenômenos da natureza. Veja um exemplo.

’A criança engorda para viver, e o velho para morrer’. Realmente, durante muito tempo a gordura foi considerada um sinal de saúde e vida para as crianças. No entanto, hoje tem sido um motivo de séria preocupação.

Vale agora uma palavra de alerta. Os ditos populares tem de ser usados com moderação e bom-senso. Vai depender do contexto e do objetivo de seu texto porque, em alguns casos, o uso desse recurso pode parecer clichê. Por exemplo, em concursos, como o ENEM, é melhor não arriscar pois o uso de uma expressão mal aplicada pode parecer falta de originalidade.

Agora que você está cheio de ideias! Não se desespere para começar seu texto. Use uma dessas sugestões e arrase no seu texto!

Mas, antes de começar seu texto, compartilhe essas sugestões nas redes sociais e ajude seus amigos!

Anúncios